Follow by Email

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Baixe Livros Gratuitamente e de Forma Legal

15 sites para baixar livros gratuitamente

Redação em 11/12/12
reproduçãoreprodução
Páginas oferecem títulos para leitura em diferentes plataformas de graça
Para ampliar a sua experiência de leitura, o Catraca Livre fez uma lista com 15 sites nacionais e internacionais em que é possível baixar  livros e ler online de maneira legal, sem complicações e, o melhor, de graça.
Ler para aprender, ler para expandir a mente, ler para estimular a memória.  Não importa o porquê você dedica tempo para essa atividade, o que vale é aproveitar todos os seus benefícios, seja no papel ou nos modernos leitores digitais.

Para acessar as páginas, click no link abaixo:



http://catracalivre.folha.uol.com.br/2012/12/15-sites-para-baixar-livros-gratuitamente/


Boa Leitura

E o Pensamento é o Fundamento!

A gente ainda mantém a nossa capacidade de se emocionar e ter compaixão com fatalidades como a que aconteceu esta última semana no Sul.

Não lidamos bem com a perda, apesar de sabermos que todos passaremos por ela.
Mas uma coisa que impressionou e chamou mais minha atenção é incapacidade ou baixo raciocínio lógico, capacidade crítica de um grupo de pessoas.

Com todo respeito à "gurizada" da banda, mas me pergunto como nenhum deles parou pra pensar na proposta de utilizar um tipo de fogo de artifício num local fechado como aquele? Será que ninguém pensou: gente mas dá pra fazer isso num local fechado? não tem riscos?

O pior, além de todos os mortos, feridos e a dor das famílias é que acredito que os "guris" não fizeram por maldade mesmo mas podem acabar pagando pela falta de raciocínio.

Não arrisco dizer que é um mal do nosso tempo, mas me faz pensar se não estamos nos tornando cada vez mais uma socidade formada por pessoas que tem a cabeça oca, que não é estimulada a pensar emuitas vezes sem nem perceber isso. O que importa é a diversão do momento, tudo é festa, oba oba, vidrados em programinhas de tv "idiotados",  usando uma expressão do Caio Fábio, que contribuem,, junto a outros contextos a sermos seres com baixa capacidade de discernimento sobre questões importantes do dia a dia.

Que Deus abençõe as famílias e a cada um de nós.

Abraços,
Fabiana


quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

INFÂNCIA ROUBADA


Garoto de sete anos furta casa vestido de Batman em São Paulo


AFONSO BENITES
DE SÃO PAULO
Vestido com uma camiseta do super-herói Batman, um garoto franzino, de sete anos, invadiu uma casa e a saqueou na noite de anteontem na zona leste de São Paulo. O menino teve a ajuda de dois garotos de 12 anos.


Quando deixavam o local, os três foram apreendidos pela polícia e entregues aos pais no final da noite.
Segundo a polícia, por volta das 18h o grupo tocou a campainha da casa, no Jardim Helena, na região de São Miguel Paulista, mas ninguém atendeu.
Um vizinho apareceu na rua e disse que não adiantava insistir porque as duas moradoras da casa, que são mãe e filha, estavam viajando para o Nordeste. Os três agradeceram e saíram
caminhando.
Uma hora mais tarde, o mesmo vizinho ouviu barulhos na casa e, quando se aproximou do portão, viu dois dos três jovens pulando o muro de dentro para fora. Ele ligou para a PM que conseguiu apreender os três.
Conforme policiais militares que atenderam a ocorrência, os jovens invadiram a casa pulando o muro de outros dois imóveis. Eles arrombaram a porta da cozinha e entraram em todos os cômodos da casa, um sobrado conjugado de classe média baixa.
Dos quartos e da sala, levaram dois laptops, quatro celulares, uma aliança de ouro, um controle de videogame, um rádio automotivo e uma câmera fotográfica. Antes de saírem, comeram os biscoitos que estavam em um armário da cozinha.
"Eles levaram tudo o que podiam carregar. Se fossem mais fortes, teriam levado mais coisas", disse o vizinho que chamou a polícia.
Ao serem detidos, os jovens admitiram que entraram lá para furtar a casa.

Zé Carlos Barretta/Folhapress
Rua no Jardim Helena, na zona leste de São Paulo, onde casa foi saqueada por menino de sete anos

PUNIÇÃO
Os policiais que registraram a ocorrência chamaram os pais dos garotos e disseram que os três deveriam ser apresentados à Vara da Infância e Juventude até o fim desta semana.
Como cometeram um ato infracional sem violência ou grave ameaça e não tinham registros anteriores, os dois adolescentes de 12 anos não foram encaminhados para uma unidade da Fundação Casa (ex-Febem).
O menino de sete anos, conhecido no bairro por ser arruaceiro, não poderia ser levado para unidade de internação porque o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) prevê que só podem ser internados maiores de 12 anos.
Seus pais não foram localizados pela Folha ontem.

( Matéria publicada no Site www1.folha.uol.com.br - em 17/01/2013).

sábado, 5 de janeiro de 2013

Protestos, Protestos, Protestos...

Tenho lindo tantos protestos contra a posse de Genuíno como Deputado Federal e acho que é um direito de cada um de nós expressar sua indignação.

Parece piada, mas infelizmente não é.

Mas o que me chama mais atenção é que Genuíno somente tomou posse porque nós, o povo, o elegeu. Nós o colocamos lá.

O que tem que mudar então não é a gente apenas reclamar do leite derramado. É assumirmos uma posição mais responsável na hora de eleger nossos representantes e isso, ainda, fazemos muito mal.

E honestamente, na minha opinião, se nenhum candidato mostrar competência pra ter meu voto, não terá mesmo. Não me sinto obrigada a eleger um " menos pior", como muito já ouvi por ai, porque pra mim isso é balela. Ou é bom ou não é.

Precisamos cobrar mais  investimentos em educação, saúde, cidades mais estruturadas. Não bater palminha pra uma rua que foi asfaltada enquanto milhares estão com esgoto a céu aberto.

Parar de nos iludir que bolsa isso e bolsa aquilo vai garantir algum retorno futuro para que estes beneficiários saiam da pobreza. A pobreza não é apenas de recurso financeiro, mas de educação, discernimento, opnião...Não digo que hoje, na situação em que se encontram, as pessoas não precisem de auxílio pra comer, precisam sim, porque tem mesmo muita gente passando fome.
Mas já vi muito artesão que não quer trabalhar porque tem medo de perder o benefício. Que benefício é esse me pergunto?

Acredito que este benefício deveria vir com cursos que preparassem a pessoa, durante um tempo, para conseguir um trabalho, e o benefício tivesse tempo de duração enquanto se preparam. Por outro lado o governo, aliado a empresas, organizações diversas, fizesse um esforço pra conseguir uma colocação para estas pessoas no mercado de trabalho e que promovesse mais oportunidades e condições para estas pessoas avançarem nos estudos e qualificação. Mas não é assim e vamos nó,s pagando a conta que nunca deixará de existir, vendo a lista dos excluídos só aumentando e a gente chorando pelo leite derramado. Ai, já é tarde.


Abraços,
Fabiana