Follow by Email

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Se deixar levar por um bom livro!

Segundo o Ministério da Cultura o O índice de leitura no Brasil aumentou 150% nos últimos dez anos. Passou de 1,8 livro por ano em média, para 4,7.

O aumento é expressivo, mas em função do índice de ser extremamente baixo há 10 anos atrás, muito ainda precisa ser melhorado.

 Alguns fatores, creio eu, contribuem para o baixo número de pessoas que se interessam pela leitura.

Um deles  é que as crianças, principalmente de escolas públicas, não tem estímulo à leitura, nem acesso fácil a livros. 

Também vejo pouco os pais que conheço estimularem seus filhos a esta prática. É bem mais comum ver crianças jogando video games e acessando a Internet.

Isto sem falar no preço dos livros em nosso país. São elevados, o que dificulta o acesso por boa parte da população. 

Me recordo que quando criança eu andava uns 4/5 km da minha casa até uma biblioteca pública, num bairro próximo, para tomar livros emprestados. 

Acho que daí começou meu gosto pela leitura. Atualmente não sei estar sem um bom livro pra ler.

Além de desenvolver várias habilidades me ajuda a desligar do stress do dia a dia.

Pra quem gosta de ler é bom sempre ficar atento às promoções como de alguns sites de venda que apresentam bons títulos a R$ 9,90. Trocar com amigos é outra forma de ter bons livros à mão sem gastar muito.

Fica o incetivo pra quem ainda não tem este hábito.

Comecei a ler este fim de semana " O Impostor que Vive em Mim".

 Segue um breve resumo pelo próprio autor: Brennan Manning.

"A vida em torno do falso eu gera o desejo compulsivo de apresentar ao público uma imagem perfeita, de modo que todos nos admirem e ninguém nos conheça. A vida dedicada à sombra é uma vida de pecado. Pequei em minha recusa covarde — por temer ser rejeitado — de pensar, de sentir, de agir, de responder e de viver a partir do meu eu autêntico. Recusamos ser nosso verdadeiro eu até mesmo com Deus — e depois nos perguntamos por que nos falta intimidade com ele.
O ódio pelo impostor é na verdade o ódio de si mesmo. O impostor e eu constituímos uma só pessoa. O desprezo pelo falso eu dá vazão à hostilidade, o que se manifesta como irritabilidade geral — irritação pelas mesmas faltas nos outros que odiamos em nós mesmos. O ódio próprio sempre redunda em alguma forma de comportamento autodestrutivo.
Aceitar a realidade da nossa pecaminosidade significa aceitar o nosso eu autêntico. Judas não conseguiu encarar sua sombra; Pedro conseguiu. Este fez as pazes com o impostor interior; aquele se levantou contra ele. Quando aceitamos a verdade do que realmente somos e a rendemos a Jesus Cristo, somos envoltos em paz, quer nos sintamos em paz, quer não. Quero dizer com isso que a paz que ultrapassa o entendimento não é uma sensação subjetiva de paz; se estamos em Cristo, estamos em paz, mesmo quando não sentimos nenhuma paz.
Jesus revela os verdadeiros sentimentos de Deus em relação a nós. Ao virarmos as páginas dos evangelhos, descobrimos que as pessoas que Jesus lá encontra são você e eu. O entendimento e a compaixão que ele oferece a elas, ele também estende a você e a mim. 
Quanto maior o tempo na presença de Jesus, mais você ficará acostumado com sua face e de menos adulação necessitará, porque terá descoberto por si mesmo que ele é suficiente. E, nessa Presença, você se encantará com a descoberta do que significa viver pela graça e não pelo desempenho."

Fonte: MANNING, Brennan, O impostor que vive em mim. Ed. Mundo Cristão.

Um abraço.

Fabiana


quinta-feira, 19 de abril de 2012

HÁ FLORES EM TUDO O QUE EU VEJO!

A criatividade me fascina.
Uma idéia bem bacana criada pelo designer Marco Antonio Castro Cosio.
A idéia é "plantar" um jardim em 4.500 ônibus que circulam pelas ruas de Nova York.
O objetivo é recuperar espaços esquecidos, aumentar a qualidade de vida e fazer crescer a quantidade de espaços verdes na cidade.

Uma iniciativa bem bacana e original.


MISERÁVEL HOMEM QUE SOU


A matéria abaixo eu li no blog: blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br
Já estive em Codó e é uma cidadezinha realmente pequena e de muita pobreza a olhos vistos.
Estas crianças dependem de pessoas como eu e você para terem suas realidades mudadas. Mesmo que não sejamos eleitores de Codó ou do Maranhão, podemos divulgar e cobrar dos nossos governantes dignidade, integridade e respeito. A ofensa não é apenas a eles mas a mim e a você também.
Fico pensando o que vai no coraão de pessoas que submetem outras a este tipo de vida?
São mais miseráveis do que a miséria que proporcionam a outros.
Deus me livre de me tornar alguém tão miserável a este ponto. A vida deve ser algo insuportável, mas infelizmente eles não tem nem mesmo sensibilidade pra saber que a vida deles tem valor algum. Deus me livre!

Crianças bebiam água do gado em fazenda de deputado flagrada com escravos

Crianças bebiam a mesma água que o gado na fazenda Bonfim, zona rural de Codó, Estado do Maranhão, de onde foram resgatadas sete pessoas de condições análogas às de escravo após denúncia de trabalhadores. Retirada de uma lagoa suja, ela era acondicionada em pequenos potes de barro e consumida sem qualquer tratamento ou filtragem, a não ser a retirada dos girinos que infestavam o lugar. Os empregados também tomavam banho nesta lagoa, e, como não havia instalações sanitárias, utilizavam o mato como banheiro.

Entre os controladores da propriedade, aparece um deputado estadual. Não é a primeira que um político é envolvido em casos desse tipo no Brasil. O Ministério do Trabalho e Emprego já realizou operações semelhantes em fazendas pertencentes aos deputados federais Inocêncio Oliveira (PR-PE), Beto Mansur (PP-SP), entre outros. Neste ano, o Supremo Tribunal Federal já aceitou a denúncia contra dois parlamentares por trabalho análogo ao de escravo: o senador João Ribeiro (PR-TO) e o deputado federal João Lyra (PSD-AL).

A libertação aconteceu em março e foi realizada por ação conjunta de Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão, Ministério Público do Trabalho e Polícia Federal. Abaixo, trechos da reportagem de Bianca Pyl, da Repórter Brasil:
A propriedade de criação de gado de corte em que foram flagradas condições degradantes foi atribuída à empresa Líder Agropecuária Ltda, da família Figueiredo, que tem como sócios o deputado estadual Camilo de Lellis Carneiro Figueiredo (PSD/MA). Ele afirmou desconhecer as denúncias e disse que a fazenda é administrada por seu pai, Benedito Francisco da Silveira Figueiredo, ex-prefeito de Codó, que – por sua vez – nega que seja administrador e alega que não há trabalhadores na propriedade, “apenas moradores”.
Os trabalhadores resgatados cuidavam da derrubada do mato para abertura de pasto e ficavam alojados em barracos feitos com palha. Os abrigos não tinham sequer proteção lateral, apesar de serem habitados por famílias inteiras, incluindo crianças. Os resgatados declararam aos auditores fiscais que em noites de chuva as redes onde dormiam ficavam molhadas e que todos sofriam com o frio. Todos comiam diariamente café com farinha pela manhã, e arroz com feijão nas demais refeições. A maioria dos trabalhadores era de mesmo de Codó e estava há cerca de dois meses na fazenda.
“Todas as irregularidades e ilegalidades constatadas constituíram total desrespeito a condições mínimas de dignidade da pessoa humana, distanciando-se da função social da propriedade e ferindo assim, além dos interesses dos trabalhadores atingidos, também o interesse público”, explica Carlos Henrique da Silveira Oliveira, auditor fiscal do trabalho e coordenador da ação. As verbas rescisórias totalizaram mais de R$ 25 mil.
Por telefone, o deputado se disse surpreso ao ser informado pela reportagem sobre a libertação na Fazenda Bonfim. “Isso de trabalho escravo é novidade para mim. Até agora não tomei conhecimento desta situação, vou entrar em contato agora para saber o que houve”, disse.

PEC do Trabalho Escravo - A proposta de emenda constitucional 438/2001, que prevê o confisco de propriedades onde trabalho escravo for encontrado e sua destinação à reforma agrária ou ao uso social urbano, deve ir à votação no dia 08 de maio. Os líderes da Câmara dos Deputados teriam acertado a entrada da matéria na agenda de votações.
Aprovada em dois turnos pelo Senado e em primeiro pela Câmara dos Deputados, a PEC está engavetada desde 2004, por pressão de membros da bancada ruralista e por falta de articulação por parte do próprio governo federal, que não foi capaz de furar o “bloqueio” imposto à proposta. Ela faz uma alteração ao artigo da Constituição que já contempla o confisco de áreas em que são encontradas lavouras usadas na produção de psicotrópicos. Se considerarmos as versões anteriores do projeto, a proposta está tramitando no Congresso Nacional desde 1995.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

BÊNÇÃOS QUE NEM SEI CONTAR

Hoje eu queria apenas agradecer por todos estes anos de vida.
Pensando ontem à noite que dizer em mais um aniversário que chegava, me veio os versos de uma canção à mente:

"Nas pequenas coisas posso ver Tua mão
E nas grandes lutas tens me dado Tua salvação
Por Teus livramentos
Por bênçãos que nem sei contar
Te agradeço, estou aqui pra louvar
Te agradeço, estou aqui pra louvar
Por Tua misericórdia, amor e perdão
Graça, bondade e restauração
Paz e justiça, libertação
Bênçãos que nem sei contar
Fidelidade e provisão
Esperança e fé, consolação
Intimidade e comunhão
Bençãos que nem sei contar..."

Lembrei me dela porque traduz com perfeição tudo o que Deus tem me dado, quando olho pra trás, em minha história e caminhada com Ele.

Tem dias de choro, de tristeza mas ainda assim a certeza da presença D´Ele faz a caminhada possível, por saber que a Sua fidelidade está presente mesmo nestes dias.

Que isto possa ser certeza pra cada um de nós. Dia após dia estes versos sejam reais frente à qualquer circusntância.

beijos,
Fabiana
 

segunda-feira, 2 de abril de 2012

AMOR E ÓDIO

Assisti dias atrás um mais um filme que retrata a realidade do que foi o Holocausto: Amor e Ódio.

Em 06 de junho de 1942, o governo de Vichy faz um acordo com os nazistas e entrega milhares de famílias judias para serem enviadas inicialmente para o Campo de Concentração de Beaune-La-Rolande, Loiret e posteriormente para os crematórios.





 “Amor e Ódio” é mostra o destino de várias famílias judias na França, que são removidas à força de seus lares e que tem como destino final os crematórios. Mostra a crueldade no tratamento aos judeus, não se importando se são crianças, jovens ou idosos.

O filme retrata ainda a complacência de políticos e autoridades francesas com os atos vergonhosos, imorais, sem qualquer humanidade, compaixão, de Hitler e seus insanos seguidores.

Uma das cenas que mais me tocou foi o momento em que as crianças são separadas de suas mães e depois enviadas para a morte.

Eu não consigo entender, encontrar uma razão para o ser humano ter agido de forma tão absurdamente fria, desumana,  insensível e cruel. Sinceramente me faltam palavras pra expressar que sentimento é esse.

 
Me choca também o fato de não ser apenas loucura de um grupo, mas centenas de milhares de pessoas terem aderido a esta insanidade.
O que leva o ser humano a ser tão cruel?

Ouço às vezes que é falta de Deus. Mas é apenas isso? Tenho dúvida nesta resposta, ainda que ela possa ser parte da causa, porque conheço pessoas que não reconhecem a existência de Deus, que são ateus, mas que jamais seriam cúmplices de atos como este.

Acho que eventos como este do Holocausto servem pra mim como uma grande mostra de onde a mente humana pode chegar em termos de frieza e crueldade, sem uma razão que justifique os atos. Mesmo porque, na minha opnião, não há nenhuma razão que possa justificar tamanho ódio, desejo de destruição, que cause tanta dor e destruição ao próximo.

Infelizmente a mente humana é pra mim um campo misterioso neste aspecto. E como criar defesas para  o que não conhecemos?
Não temos como prever com o que podemos nos deparar amanhã. Na década de 40 foi o holocausto. Alguém imaginaria?

Não temos como prever, mas temos aonde colocar nossos olhos, nossa segurança acha resposta naquele que fez todas as coisas e governa soberanamente sobre tudo e todos.

“...Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios...
...Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra.
Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; atentarás para o seu lugar, e ele ali não estará.
Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.
O ímpio maquina contra o justo, e contra ele range os dentes,
mas o Senhor se ri do ímpio, pois vê que vem chegando o seu dia.
Os ímpios têm puxado da espada e têm entesado o arco, para derrubarem o poder e necessitado, e para matarem os que são retos no seu caminho.
Mas a sua espada lhes entrará no coração, e os seus arcos quebrados.
Mais vale o pouco que o justo tem, do que as riquezas de muitos ímpios.
Pois os braços dos ímpios serão quebrados, mas o Senhor sustém os justos.
O Senhor conhece os dias dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre...
...Confirmados pelo Senhor são os passos do homem em cujo caminho ele se deleita;
ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor lhe segura a mão.
...Pois o Senhor ama a justiça e não desampara os seus santos. Eles serão preservados para sempre, mas a descendência dos ímpios será exterminada.
...Espera no Senhor, e segue o seu caminho, e ele te exaltará para herdares a terra; tu o verás quando os ímpios forem exterminados.
Vi um ímpio cheio de prepotência, e a espalhar-se como a árvore verde na terra natal.
Mas eu passei, e ele já não era; procurei-o, mas não pôde ser encontrado...
Versículos do Salmo 37


“...Vi um ímpio cheio de prepotência, e a espalhar-se como a árvore verde na terra natal.
Mas eu passei, e ele já não era; procurei-o, mas não pôde ser encontrado...”


Procure por Hitler e não o encontrará. Ele já não é, não pode mais ser encontrado. O povo que ele queria exterminar segue caminhando, crescendo e se multiplicando, porque o Seu Deus é o Deus de toda a terra.
"...O Senhor conhece os dias dos íntegros, e a herança deles permanecerá para sempre..."


Abraços e boa semana!